segunda-feira, dezembro 25, 2006

A Puta Natalícia

Os que começaram a pensar em putas vestidas de vermelho podem começar a bater umas e pensar porque não venho falar dessas senhoras que ganham a vida a dar a cona, e quem sabe até, a cona da prima. São 02:57 e eu estou bêbado como um cacho, por isso acho que estou nas condições ideais para falar de borracheiras. Ou se calhar não. Mas que se foda. Você lêm isto na mesma. Depois de beber sabe-se lá o quê, estou num estado lastimável e só me apetece é dormir. E é isso que vou fazer quando acabar de fazer o post. Mas voltando á vaca fria... Ou seria quente? Isso é uma questão que daria pano para mangas de um colete de forças. Mas porque raio é que uma coisa que se chama colete tem mangas? Mas isso não interessa.
Como eu estava a dizer antes de ser interrompido, bebi mais do que era suposto e estou, óbviamente, ébrio. Como tal, só me vêm ideias estúpidas á cabeça, tais como ir lá fora ver se chove, apesar de o poder fazer da janela, ou acordar os meus pais com um grande grito de "Fodasse! O Capucho não tava fora de jogo!" enquanto vejo um jogo do FCP na RTP Memória. Agora entrei, como eu gosto de chamar, fase pré-gregório. Estou a ver tudo a andar á roda e estou quase a vomitar o jantar, que deve ter sido bacalhau. Deve ter sido porque eu não me lembro bem. É incrível o estrago na memória a curto prazo não é? Lembro-me perfeitamente de fazer anos há 10 ou 11 anos atrás mas não me consigo lembrar do jantar. Que merda hã?
Fui vomitar. Aproveitei para fumar um cigarro e pensar na vida, coisa que os bêbados gostam muito de fazer. Pensar na vida... E perdi 5 minutos para chegar a esta conclusão: Porque é que não há putas vietnamitas em Portugal?
Agora vou dormir. São 03:45. Demorei quase uma hora para conseguir guiar este merda do princípio ao fim. Ainda dizem que os bêbados não conduzem bem...
P.S.: Vocês tabém repararam que eu disse que não ia falar de putas mas acabei por falar nelas?

1 comentário:

cruelenelcartel disse...

Quanto as putas vietnamitas nao sei, mas posso te dizer, que um amigo meu, escocÊs e bêbado, perdoa a redundância, conclui no final de um texto assim "porque é que não há mais pessoas a violarem cegos e cegas?"
Vou lhe mandar a do colete e das mangas.
bj