terça-feira, agosto 29, 2006

Espanholadas

Podem estranhar o título deste post e pensar “aquele gajo é um porco”, mas não. Nada disso. Aliás, isto vem a propósito duma grande questão que nos deveria inquietar actualmente, já que tem vindo a ser menosprezada pelas altas e baixas esferas da nossa sociedade. Não, não estou a falar do destino que o Paulo Portas deu aos submarinos que comprou há uns tempos – esse não é mistério nenhum. Estou a falar, sim, da dobragem de filmes porno!! Bom, no fundo, não é bem um problema nosso, mas talvez mais dos “nuestros hermanos”. A verdade é que nós temos também levado com este facto, sempre que fazemos um zapping ocasional pelos canais por cabo e nos aparece uma senhora numas posições deveras estranhas a dizer “oh si, cariño, quiero mamar tu polla”. É dum gajo ficar indignado e mesmo pensativo.
Vamos aos factos:

1. Os filmes que passam nesses canais de origem duvidosa são falados em língua inglesa!

2. Há alguém a dobra-los!!

E aqui é que começa o drama. Acho que todos sabemos a obsessão aqui dos nossos “vizinhos” em dobrar tudo que seja estrangeiro (e depois nós é que somos os analfabetos). Mas, meus amigos, chegar ao cúmulo de dobrar filmes porno??? E não me venham dizer que não sabem do que eu estou a falar, porque não há aqui alma que já não tenha “acidentalmente” passado por “aquele” canal! Tipo: “Ups... eheh, wrong button”... Quem nunca tiver pecado que atire a primeira pedra!

(voltando ao raciocínio)

Que &#$=” é aquela de dobrarem falas de 2 segundos em que a única coisa que se ouve são aquelas pu&% de &er!*a implorarem para que aqueles pane%#”?= lhes enfiem a p$#} pelo #$ acima? %u$” que pariu! (Peço desculpa pelo "única", "implorarem" e "pariu"... foi mais forte que eu) Talvez para que quando os filhos do comum cidadão, que tanto trabalho teve a educar a sua criancinha, fique a saber como é que a coisa se processa... em espanhol! É muito mais lúdico!
Agora imaginem a cena:
Num estúdio de dobragens de um filme porno, os dobradores entram – um homem e uma mulher suponho, para fazerem vozes masculinas e femininas. Eles sentam-se numas cadeirinhas, ela com a sua “hola!” e a última edição da revistinha do sudoku e ele com o “mundo deportivo” numa mão e o livro dos “hoje não vai dar” na outra. Enquanto o filme decorre, eles vão acompanhando os complexos e extensos guiões à procura das suas falas. Nos tempos mortos do filme, ou seja, naqueles em que não existe diálogo (lol!) vão passando os olhos no sudoku e nas notícias do Barcelona. Nisto, o “realizador” adverte a mulher para a falta de convicção nas suas deixas e apela-lhe para que recorra à sua experiência conjugal para o fazer. Ela justifica-se: “es lo que tiengo haciendo” enquanto aproveita para mandar a “tacada” ao marido que estava ao telemóvel com ela. Já ele (o “actor”) mostra-se inquieto na cadeira, uma vez que não consegue arranjar posição para “disfarçar” o dito (ehpah, ossos do ofício!). Tudo isto para (tentar) dizer que com tanta gente desempregada e sabendo da nossa aptidão, portugueses, para a simulação e para o sexo (e agora em que medida é que estas se confundem isso é que já não sei), podemos já começar a investir nas dobragem destes filmes que teremos um sucesso ainda maior que o dos espanhóis! Já imaginaram o que seria tê-los constantemente a brincar com as nossas frases-feitas como nós fazemos com eles? Um must! É ver a taxa de desemprego a descer!

6 comentários:

ZENUNO!!!! disse...

Eu nunca pequei.
Tens preferencia pela pedra que queres que te atire??? paralelo de granito ou de marmore???

tulipa_negra disse...

aposto que serás o primeiro na fila para esses castings! lol

susana disse...

provavelmente esta ideia poderá ser o princípio do fim do desemprego em Portugal

Utopia disse...

Concordo em tudo pois o facto destes filmes serem dobrados em espanhol e brasilez acontece que quando os nossos filho de 12 anos vão espeitar esses canais, nos deixam completamente sem pinga de sangue quando á refeição nos dizem:
-' oh mãe o que quer dizer boceta? É o mesmo que no nosso calão rata?'
E agora pergunto eu como se responde nestas circunstancias? Além de fingirmos que nos engasga-mos e sairmos a correr da sala a tossir, e...
Se dessem trabalho aos Portugueses para dobrarem os filmes pornos, além de combaterem o desemprego também evitariam situações como estas!!!
Borá indignar-nos!!!
hehehehe

UdL disse...

Concordo plenamente utopia... obrigado pela "achega". Se alguém tiver mais alguma sugestão para dar força a esta ideia ainda vamos levar isto avante!!Agora há que apostar na produção nacional...

lorenzo disse...

Caro senhor, estou de acordo com os seus pontos de vista. Eu tenho que sofrer todos os dias os actores e actrices porno num estúdio de gravaçao vizinho ao meu,e sao uma malta muito rara, sempre esgueirando-se por aí.
Eu tenho visto como é que fazem alguma porno e duas actrices e dois actores fazem tudo. Olha, o resultado é deplorável, mas acontece que o espectador nao presta atençao às bocas, precisamente.
Desculpem, mas, como vocês advertiram astutamente, nao tenho o tilde nasalidade no teclado.
Parabéns