sexta-feira, abril 24, 2009

Pessoas

Adoro aquele tipo de pessoas que chega "atrasado" a um sítio, mas que se revolta com a espera.

Exemplo: São 8h30, mas o as análises estavam marcadas para as 8h. O Gajo, chega atrasado. É impressionante a capacidade de o senhor(a) (se tivermos sorte) acumular tantos palavrões e críticas ao serviço público numa só frase de 5 palavras.

Outra coisa que geralmente ocorre neste tipo de situações é o facto de as cadeiras da sala de espera estarem sempre cheias..
Esta mesma pessoa, que chegou atrasada, ainda se sente no direito de ter uma cadeira só para ela. Por isso, intimida e parece que tenta "matar com o olhar" toda a gente que está sentada.
Impressionante é que quando alguém se levanta, esta personagem parece que atravessa a correr um corredor repleto de armadilhas e objectos sexuais da srª Tiranossaurus Rex, para ocupar com a sua ceira rechonchuda a cadeira que lhe devia pertencer desde a sua chegada.

Outra coisa absolutamente espectacular e que me vem a provocar alguma comichão ao nível da orelha direita são os doentes por encomenda.
Os doentes por encomenda são aquelas pessoas que estão muito, mas muito doentes e que aparecem na televisão a serem entrevistados.
Nesta altura, parece que a doença é a melhor coisa do mundo. Acho impressionante, quando alguém diz que têm cancro, problemas respiratórios ou qualquer coisa que possa roçar o grave, possa estar com um sorriso espectacular como se isso fosse a melhor coisa do mundo. Aparecer na Tv e dizer que estou a poucos meses de ir com o caralho é sempre bom.

Adoro este tipo de pessoas e acho difícil encontrar adjectivos para as descrever.
Por isso, despeço-me com amor e deixando a bola da classificação destas personagens do vosso lado.
Espero que tenham muita saúde e que caso isso não seja possível, tenham alguém com uma câmara de uma estação de Tv ao vosso lado.

1 comentário:

Tiago de la Rocha disse...

Realmente o doente terminal com o sorriso nos lábios por estar em directo, tem algo de mágico, oh se tem. :)